sábado, 8 de setembro de 2007

LENDA DOS FLOCOS QUENTINHOS

Há muitos séculos , em uma pequena aldeia, vivia uma família muito especial.

Aparentemente, era uma família igual às outras, pessoas simples que viviam do seu trabalho. Mas elas possuíam algo muito especial que haviam herdado de seus pais. Era um pacote de Flocos. Flocos leves, macios, quentinhos. Flocos estes que tinham um poder mágico: davam, a quem os possuísse, uma sensação de calor, apoio, união, tranqüilidade, amor e felicidade.

Todos na aldeia viviam felizes e alegres, e a casa da família dos Flocos Quentinhos estava sempre repleta de pessoas que vinham buscar Flocos Quentinhos. Vinha gente de todos os lugares - chegavam tristes e saíam alegres e felizes.

Um dia, mudou para a aldeia uma família nova; eram pessoas esforçadas, trabalhadoras, cumpridoras de suas obrigações, mas pensavam diferente: somente em seus próprios interesses, seu bem-estar, sua saúde, seu trabalho, seu dinheiro, sua família, sua casa.

Pegaram os Flocos Quentinhos que ganharam, guardaram só para si e começaram a convencer as outras pessoas de que, se continuassem a dar Flocos Quentinhos, eles iam se acabar. De repente, ninguém mais dava Flocos Quentinhos, cada um guardava os seus fechados, lacrados, para não acabarem.

Entretanto, quanto mais eles eram controlados, mais eles diminuíam e as pessoas se tornaram frias, intranqüilas, desunidas, egoístas e infelizes.

Então, um ancião daquela família dos Flocos Quentinhos me revelou um segredo: quanto mais Flocos Quentinhos se dá mais eles aumentam, assim me convenceu a continuar, como ele, a dar Flocos Quentinhos.

Nos dias de hoje, quando os homens se tornarem gananciosos, sempre procurando passar o outro para trás, quando surgirem desentendimentos, injustiças, miséria e infelicidade, vamos dar Flocos Quentinhos na forma de apoio, calor, amor, compreensão e felicidade, tendo a certeza de que, quanto mais dermos, mais receberemos.

Nenhum comentário: